»Home »Notícias: Notícias apdi

NOTÍCIAS

NOTÍCIAS APDI

Consigne o seu IRS à APDI

07-04-2020

Sabia que até dia 30 de junho pode fazer o seu IRS consignando 0,5% à APDI?
Para tal, basta colocar o nosso NIF 503454311 e com este pequeno gesto, sem custos para si, está a ajudar-nos.
Com o seu apoio podemos prestar mais e melhor aconselhamento a pessoas que sofram de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa; garantir a melhoria e o alargamento dos cuidados médicos ambulatórios; promover a difusão de informação sobre a Doença Inflamatória do Intestino (DII) junto da população em geral e também promover com ainda mais afinco a investigação sobre as causas e tratamento desta doença; cooperar com a classe médica, pessoal de enfermagem e demais profissionais de saúde, indústria farmacêutica, serviços e entidades públicas. São estes os nossos objetivos.

Como fazer?
1. Aceda ao Portal das Finanças e preencha a sua autenticação
2. Premir “Declaração Modelo 3 de IRS”
3. Premir “PreencherDeclaração”
4. Escolher “Ano 2019”
5. Selecionar uma das opções de apresentação
6. Pressionar no menu lateral esquerdo o quadro 11 “Consignação de 0,5% do IRS” do menu “Rosto”.
7. Selecionar “instituições particulares de solidariedade social ou pessoas coletivas de utilidade pública (art.º 32.º, n.º 6, da Lei n.º 16/2001, de 22 de junho)”
8. Colocar no campo NIF – 503454311
9. Colocarumacruzem IRS
10. Gravar

O que é a consignação do IRS?
Consiste em encaminhar 0,5% do IRS liquidado (imposto cobrado pelo Estado depois de abatidas as deduções à coleta) a uma entidade elegível para esse efeito.
A consignação de 0,5% do IRS liquidado não implica qualquer encargo para si. É um gesto solidário gratuito. O Estado é que terá de encaminhar da sua parte do bolo que recebeu 0,5% para a APDI. Você recebe sempre o valor que iria receber se não colocasse o nosso NIF.
Pode ainda consignar a dedução do IVA suportado mas, nesse caso, prescindem desse abatimento no IRS, entregando-o como donativo.
Obrigada pelo seu apoio.

Inquérito: Covid-19 e DII

01-04-2020

Tem preocupações e receios em relação ao Covid-19? É natural. O atual estado de emergência associado à pandemia deste novo coronavírus representa um período difícil, tanto para os doentes como para os médicos. 
A EuropeanFederationofCrohn's&UlcerativeColitisAssociations (EFCCA) lançou um questionário para analisar as preocupações, os receios e o tratamento dos doentes com DII durante a atual situação de emergência sanitária resultante da infeção por COVID-19. O principal objetivo é traçar um cenário e responder às maiores dúvidas que assolam as pessoas com DII.
Responda aqui em 8-10 minutos ao questionário de escolha múltipla.

Novidades sobre a relação entre a DII e o Covid-19

01-04-2020

O número de infectados com Covid-19 em Portugal cresce diariamente. A par dos números contamos com a atenção científica a esta epidemia e é por isso que todos os dias surgem novidades. A International Organization for the Study of Inflammatory Bowel Diseases (IOIBD) voltou a publicar um artigo com mais algumas conclusões. Saiba desde já que o risco de infeção por SARS-CoV-2 é igual para doentes com ou sem DII. Relativamente aos tratamentos efetuados e o risco de infeção, deverá ser efetuada a leitura integral do documento.

Existem, ainda assim, estudos a decorrer. Deixamos aqui a publicação da IOIBD e pode fazer download da nossa tradução. Não deixe de estar informado, continue a visitar o nosso site, facebook e instagram.

relação entre a DII e o Covid-19 / 370 KB

» Download

Tenho DII e estou sempre cansada. Tenho anemia?

20-03-2020

Maria Marchante tem Colite Ulcerosa e a anemia tem também feito parte do historial da sua doença. O cansaço e um “nevoeiro mental” foram os sinais de alarme para a ida ao hospital onde confirmou os valores baixos de hemoglobina e o diagnóstico de anemia.
Esta é uma das várias manifestações extra intestinais a que os doentes com Doença Inflamatória do Intestino (DII) devem estar atentos. No episódio anterior falámos com Luís Correia, Presidente do GEDII, sobre o diagnóstico na DII. Neste episódio a conversa acontece na primeira pessoa e vale a pena vê-la e ouvi-la. De entre os vários conselhos, Maria Marchante sugere que os doentes procurem ter sempre o poder de decidir sobre a sua doença. Isso passa pela relação médico-doente que tem de ser positiva, mas também passa por os doentes se manterem informados. “Todas as coisas que podem parecer muito grandes vão ficar muito mais pequenas”, termina Maria numa nota positiva e sempre com um sorriso.
O vídeo completo está no nosso canal de YouTube.

Perguntas e respostas - DII e COVID 19

16-03-2020

Em Portugal já há mais de uma centena de infetados com o novo coronavírus. Sabe-se que a pré-existência de algumas doenças crónicas pode acarretar maiores riscos caso a pessoa seja infetada pelo Covid-19. Porém, até ao momento tudo indica que a Doença Inflamatória do Intestino (DII), como a doença de Crohn ou a colite ulcerosa, não parece estar associada a aumento do risco de contrair a infeção ou de agravamento da doença.
Existe, ainda assim, a importância de considerar a possibilidade de o tratamento aumentar os riscos de infeção ou gravidade da mesma. Leia o documento anexo que irá esclarecer as suas dúvidas. Se necessitar contacte-nos para o e-mail geral@apdi.org.pt ou para 932086350.

Coronavirus e DII - perguntas e respostas / 693 KB

» Download