»Home »Notícias: Notícias apdi

NOTÍCIAS

NOTÍCIAS APDI

Riscos e consequências da anemia na DII

20-05-2020

A anemia é uma condição que pode pôr em risco a vida e estima-se que em Portugal um em cada cinco adultos sofra desta doença. Infelizmente, ocorre com muita frequência a pessoas com Doença Inflamatória do Intestino. No novo episódio de Dar a Volta à DII conversámos com Catarina Fidalgo, médica gastroenterologista, que explicou que a anemia “é desde logo uma condição que pode pôr em risco a vida”.
De acordo com a médica, a anemia “tem um impacto marcado na qualidade de vida do doente” e por isso é necessário olhar para a doença “com toda a atenção”. As recomendações dizem que devemos “proactivamente pesquisar a anemia e despistá-la através de análises pelo menos uma vez por ano”. Salientar ainda que a anemia não está sempre associada apenas à deficiência de ferro, pode estar também ligada à carência de vitamina B12 e de ácido fólico.
Um episódio carregado de recomendações médicas para ver no canal de YouTube da APDI.

Resultados do Inquérito: Covid-19 e DII

20-05-2020

Já existem resultados do questionário lançado pela European Federation of Crohn's & Ulcerative Colitis Associations (EFCCA). O objetivo era analisar as preocupações, os receios e o tratamento dos doentes com DII durante a atual situação de emergência sanitária resultante da infeção por COVID-19.

De entre alguns dados podemos destacar que, em Portugal, um terço dos inquiridos gostaria de receber mais recomendações do médico sobre a Covid-19. A maioria, 63 por cento, confessa ter medo que a medicação aumente o risco de contrair a infecção por Sars-Cov-2, e mais de 50 por cento dos portugueses inquiridos considera que deveria ser feito o despiste aos doentes com DII, mesmo estando assintomáticos.

É possível ler aqui a totalidade dos resultados apurados, que foram também publicados na revista The Lancet.

Inquérito EFCCA DII COVID19 Portugal / 1.31 MB

» Download

Inquérito EFCCA DII COVID19 Geral / 1.31 MB

» Download

Viver com DII em tempo de Covid-19: o Webinar

18-05-2020

No dia 19 de maio assinalámos o Dia Mundial da DII de acordo com os tempos que vivemos: com um webinar. À mesa de debate com o tema “Viver com DII em tempo de Covid” esteve a APDI - Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino; a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) e o GEDII - Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal.

Ana Sampaio, presidente da APDI, Luís Correia, presidente do GEDII, e Marília Cravo, em representação da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, responderam às questões de Marina Caldas, numa conversa proporcionada pela Takeda.

Reveja aqui e informe-se sempre!

Dia Mundial da DII – 19 de maio – APDI, SPG e GEDII

14-05-2020

A APDI - Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) e o Grupo de Estudos da Doença Inflamatória Intestinal (GEDII) comemoram este ano em conjunto, a 19 de maio, o Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino este ano dedicado ao desafio de enfrentar o mercado de trabalho e viver com uma DII.
Um tema pertinente uma vez que vários estudos demonstram que um emprego de qualidade tem efeitos positivos no bem-estar geral da pessoa com doença inflamatória intestinal. E sabe-se também que com algumas estratégias abrangentes no local de trabalho, uma melhor compreensão da doença e um ambiente solidário, é possível trabalhar bem com a DII.
De acordo com Ana Sampaio, Presidente da APDI, para que as pessoas com DII sejam dignificadas na sua atividade profissional há vários parâmetros que devem estar bem determinados: “a consciencialização de toda a população para este problema, bem como dos empregadores e colegas; o acesso equitativo ao mercado de trabalho, com gestão de horários e condições laborais específicas, assim como incentivos para contratar pessoas com doenças crónicas” e ainda a criação de “práticas laborais não discriminatórias”.
Com todas estas razões em mente, a APDI está a recolher testemunhos de norte a sul de Portugal continental e ilhas. De cada distrito ouvimos uma pessoa que vive com DII e que tem boas e más experiências no local de trabalho. Para ver e ouvir estes testemunhos basta visitar o nosso Facebook, o nosso Instagram, ou o nosso YouTube. Os vídeos estão disponíveis em todas as plataformas.

Veja neste PDF a infografia.

Infografia dia mundial DII 2020 / 1.59 MB

» Download

Decreto-lei que protege doentes imunodeprimidos

08-05-2020

No dia 1 de maio foi publicado o decreto-lei nº 20/2020, e posteriormente retificado pela Declaração de Retificação n.º 18-C/2020 de 5 de maio, que altera as medidas excepcionais e temporárias aprovadas pelo Decreto-Lei nº 10-A/2020, de 13 de março. 
Deste novo diploma, que pode ser lido na totalidade em anexo, há a destacar que os doentes imunodeprimidos podem justificar a falta ao trabalho mediante declaração médica, desde que não possam desempenhar a sua atividade em regime de teletrabalho ou através de outras formas de prestação de atividade. O documento prevê também os mecanismos de declaração de falta justificada.
Perante este, a APDI tem alguns conselhos para si:
1º Negoceie com a sua entidade patronal a possibilidade de se manter em casa em teletrabalho ou outra forma de prestação de atividade;
2º Fale com o seu médico para que este lhe passe a declaração atestando “a condição de saúde do trabalhador que justifica a sua especial proteção”;
3º Se não conseguir resolver a sua situação com o seu empregador conforme mencionado no primeiro ponto, então poderá recorrer a estas faltas justificadas que apenas serão remuneradas durante 30 dias, mas não se esqueça que precisa da declaração do médico.
Aceda aqui ao documento.

Faltas covid-19 imunodeprimidos / 16 KB

» Download